Fenomenologia e Ontologia do Acaso e da Auto-Organização da Natureza em Peirce: Consequências Epistemológicas e Heurísticas

Autor(es)
Ivo Ibri
Data

Iniciarei esse seminário pela exposição da Fenomenologia de Peirce, a teoria geral das categorias da experiência, da qual se originará sua ontologia realista. Dela nascerá o conceito ontológico de Acaso de que decorrerá uma série de outras doutrinas ontológicas, entre elas, a formação das leis da Natureza, como um processo de Auto-Organização pela tendência à formação de hábitos. Acaso e Lei definirão modalmente, na filosofia do autor, Possibilidade e Necessidade como formas lógico-ontológicas que, junto com o conceito de existência, constituem o conceito peirciano de Realidade, lastreado em suas três categorias.

Diversas consequências epistemológicas estão associadas a essa ontologia de natureza evolucionária, tais como o Falibilismo e a teoria da investigação (inquiry theory) que Peirce denomina Abdução. Abordarei, nessa linha de exposição, alguns conceitos chaves decorrentes, como juízo perceptivo de anomalias e graus de certeza associados a teoria probabilísticas.

Centro de Estudos de Pragmatismo - PUC/SP

Video
...

Cadernos de História e Filosofia da Ciência (CHFC)

COLEÇÃO CLE

Manuscrito - Revista Internacional de Filosofia

 (​Parceiros/Partners)

CLE"