O QUE É CONSTRUTIVISMO?

  • Gustavo Arja Castañon Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF

Resumo

‘Construtivismo’ é um termo adotado por diversas abordagens filosóficas contemporâneas. Surgiu com a obra de Piaget, e desde então vem sendo apropriado por abordagens das mais diversas orientações ontológicas e epistemológicas. Este artigo analisa parte das mais significativas dessas com base em três problemas: o do realismo, o da possibilidade e o da fonte do conhecimento. São analisados o construtivismo piagetiano, o socioconstrutivismo, o construtivismo lógico, o construtivismo radical e o construtivismo social. O objetivo é oferecer uma melhor definição do termo, que faça jus a sua origem histórica e ao mesmo tempo ajude a esclarecer seu uso indiscriminado. Parte da confusão conceitual que cerca o termo é resolvida com a dissolução das falsas polaridades entre realismo e construtivismo e entre objetivismo e relativismo. Conclui-se que as posições analisadas alternam entre realismo e antirealismo e criticismo e ceticismo. Encontra na questão da fonte do conhecimento os denominadores comuns de todas as alegações de construtivismo: a rejeição ao objetivismo de matiz empirista e a adoção do sentido kantiano da metáfora da construção. Podemos definir positivamente construtivismo como a tese epistemológica que defende o papel ativo do sujeito na criação e modificação de suas representações do objeto do conhecimento.

Palavras-chave: construtivismo, construtivismo social, construtivismo radical, Jean Piaget, objetivismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-05-18