PRAGMÁTICA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA:

UMA ANÁLISE COMPORTAMENTAL UTILIZANDO CADEIAS DE MARKOV DE PRIMEIRA ORDEM

  • Luis Henrique de A. Dutra Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC
  • Cesar A. Mortari Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC
  • Ivan Ferreira da Cunha Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC
  • Jerzy A. Brzozowski Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)

Resumo

Este artigo apresenta alguns resultados preliminares da análise do comportamento científico utilizando cadeias de Markov de primeira ordem. Derivamos uma matriz de transição a partir das frequências apresentadas por um cientista ao publicar um artigo de um dado tipo seguido por um artigo de outro tipo. De modo a conduzir este estudo, primeiro determinamos tipos de artigos e então classificamos sequências (trajetórias) de artigos de acordo com tais tipos. Em seguida, utilizamos um programa de computador para derivar as matrizes de transição. Apesar da não-ergodicidade das cadeias de Markov resultantes, descobrimos que é altamente provável que artigos descrevendo resultados experimentais apareçam ao final da trajetória.

Palavras-chave: pragmática da investigação científica, naturalismo, análise comportamental, comportamento científico, cadeias de Markov.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-05-18