Da Sociometria aos Big Data: do mapeamento à modificação de disposições sociais

Versão para impressãoVersão para impressão
Palestrante: 
Mariana C. Broens
Maria Eunice Gonzalez / Jose Artur Quilici-Gonzalez
Data: 
sexta-feira, Dezembro 13, 2019 - 10:00
O presente trabalho tem como objetivo central discutir o projeto da Sociometria, isto é, da ciência da quantificação de propriedades psicológicas de grupos sociais (Moreno, 1953) e comparar tal projeto com o projeto de quantificação de interações sociais mediadas pelas TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) e análises de Big Data. Em especial, procuraremos mostrar que o uso de tecnologias de coleta, armazenamento e análise de grandes dados não se limita a mapear relações sociais, mas também consegue alterá-las ao modificar/criar disposições para a ação nos usuários das TIC. Argumentaremos que a alteração de disposições para a ação de usuários das redes sociais digitais pode ter como importante consequência a mudança de hábitos estruturadores da identidade das pessoas e do grupo. Focalizaremos especialmente as implicações éticas da mudança de hábitos sociais relacionados à confiança mútua e ao reconhecimento da co-dependência efetiva entre agentes sociais.
 
Apoio: CNPq e FAPESP