Interação Humano-Robô e a Sociedade do Futuro

Versão para impressãoVersão para impressão
Palestrante: 
Artemis Sanchez Moroni
Data: 
sexta-feira, Novembro 22, 2019 - 09:00

Em um futuro próximo, os robôs executarão serviços e tarefas de assistência e serão amplamente utilizados como auxiliares nas atividades da vida diária. O design e o comportamento de robôs que se espera integrar nas sociedades humanas são questões cruciais e dependem da cultura e da sociedade na qual o robô deve ser inserido. Estudamos os fatores que poderiam ser usados no design de um robô recepcionista no Brasil. Recepcionista é um trabalho que é útil como suporte para pessoas comuns na vida cotidiana e que pode ser potencialmente realizado por agentes de conversação e por robôs. O perfil de comportamento de um robô recepcionista é "robô socialmente interativo"; o termo SIR (socially interactive robot) refere-se a robôs onde a interação social é uma característica essencial na sua construção e avaliação. A arquitetura e comportamentos auto-organizados associados ao robô recepcionista serão apresentados, bem como outras aplicações de robôs sociais em diferentes contextos. Serão comentados aspectos paradoxais referentes à iniciativa “Society 5.0” do governo japonês para criar uma sociedade mais "centrada no ser humano", na qual os seres humanos viverão ao lado de um conjunto crescente de robôs sociais cada vez mais autônomos e da IA incorporada.