O Conceito de Sistema em Niklas Luhmann - Parte 2

Printer-friendly versionPrinter-friendly version

Introdução (J. T. Nafarrate) - Parte2

•1 - “A teoria de Luhmann constitui um esforço descomunal de dar fundamento e plausibilidade ao fato de que se a sociedade consiste numa reprodução contínua de formas, [e] o método da sociologia deverá consistir na capacidade de emular essa permanente reprodução.”

•2 - “A peculiaridade teórica de Luhmann oferece uma das arquiteturas conceituais mais surpreendentes na sociologia contemporânea. A vantagem dessa construção é a criação de um modelo que se põe à prova na observação da sociedade, e que se obriga, exatamente por isso, a fazer ajustes persistentes.”

•3 - “Por mais que se critique Luhmann pela excessiva complicação do desenho, e a falta de economia e simplicidade nos traços teóricos, seria preciso, contudo, agradecer a ele que, afinal, a teoria tenha se convertido no correlato provavelmente da única verdade ontológica que ainda se pode expressar sobre a sociedade: a complexidade.”

Autor(es): 
Ettore Bresciani
Créditos: 
Grupo Interdisciplinar CLE Auto-Organização
Data: 
Friday, May 19, 2017