O Conceito de informação ecológica: Contribuições para o estudo da natureza de habilidades complexas

Versão para impressãoVersão para impressão

O objetivo central da apresentação é investigar se os conceitos de informação ecológica e, mais especificamente, de affordance podem auxiliar a compreender o conceito de habilidade complexa, aqui definida operacionalmente como performance inteligente praticada por organismos em geral. O problema que proponho investigar pode ser assim formulado: Pode o conceito de affordance contribuir para explicar habilidades complexas tradicionalmente concebidas como resultantes de processos que envolvem representações internas ou modelos mentais? E, em caso afirmativo, de que maneira? Para isso, sugiro uma abordagem do conceito de ação habilidosa a partir da teoria da percepção/ação que parte da hipótese de que uma significativa quantidade de ações habilidosas, usualmente atribuídas a processos cognitivos de que envolvem representações mentais, pode resultar da apreensão direta de affordances (Gibson, 1986), isto é, de informação significativa disponível no ambiente aos agentes em contextos ecológicos específicos. Em especial, procurarei investigar em que medida o conceito de affordance social (enquanto possibilidade de ação que os corpos dos organismos oferecem diretamente a outros organismos) pode auxiliar a compreender aspectos de ações habilidosas complexas que envolvem capacidades de interação social colaborativa entre agentes, frequentemente atribuídas à posse de uma Teoria da Mente.

Autor(es): 
Profa. Mariana Broens
Créditos: 
Grupo Interdisciplinar CLE Auto-Organização
Data: 
sexta-feira, Agosto 28, 2015