Pesquisadores do CLE na área de Lógica alavancam posição da Unicamp

Versão para impressãoVersão para impressão
QS World University Rankings

Recentemente o Quacquarelli Symonds University (QS), publicação britânica que divulga alguns dos principais rankings mundiais de universidades divulgou seu novo índice por área (2014). A Unicamp consta como a 22.ª melhor do mundo na área de Agricultura e Silvicultura, e lidera entre as brasileiras nas áreas de História (34.ª) e Filosofia (42.ª). Os rankings da QS são baseados em reputação, diferentemente do Times Higher Education (THE), do qual se tornou independente a partir de 2010. Este último baseia sua pesquisa em outros métodos (como envio de questionários às grandes universidades, etc.) Na classificação mais recente, a repercussão do trabalho desenvolvido pela área de Lógica do CLE se reflete no índice obtido pelo Departamento de Filosofia da UNICAMP que ocupa agora a privilegiada posição 42 no mundo: http://tinyurl.com/l7jku9o. Nesse sentido, o índice de citações, h-index e i10-index dos pesquisadores da área de Lógica do CLE, situados entre os maiores do mundo comparativamente na área, foram altamente relevantes para a colocação do Departamento de Filosofia, com o qual o CLE mantém intensa cooperação há três décadas. Deve-se notar que o índice QS somente classifica departamentos, e não centros ou núcleos de pesquisa. No QS University Rankings BRICS, um ranking específico das 100 melhores universidades dos países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) a Unicamp ocupa a 10.ª posição: http://www.topuniversities.com/university-rankings/brics-rankings/2013#sorting=rank+country=+stars=false+search= Contudo, quando se compara o desempenho por área (como o QS acima) com o desempenho global, o Brasil perde muito se o ranking examina as universidades de pesquisa em 22 países definidos como "economias emergentes", com base na atualização do FTSE Global Equity Index Series de 2013. Este índice inclui universidades do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, bem como República Checa, Hungria, Malásia, México, Polônia, Taiwan, Tailândia, Turquia, Chile, Colômbia, Egito, Indonésia, Marrocos, Paquistão, Peru, Filipinas e Emirados Árabes Unidos: http://www.timeshighereducation.co.uk/world-university-rankings/2013-14/world-ranking Nesse caso, entre 400 universidades, as únicas latino-americanas que aparecem são a USP, em posição 226, a Universidade de Los Andes da Colômbia em posição 251, e a Unicamp em posição 301.