Máximas, a ação e a relação com a antropologia na filosofia kantiana: o problema do âmbito

Autores

Palavras-chave:

máximas, ação, antropologia kantiana, problema do âmbito

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir a questão das máximas como princípios das ações, mostrando que o fato de Kant utilizar o conceito de vários modos ao longo de suas obras ocasiona vários entendimentos do que máximas significam, o que acaba dificultando o entendimento do processo de ação do sujeito racional e sua relação com a antropologia kantiana. A proposta é de que existe um “problema de âmbito” na definição da função do conceito de máximas, sendo que, ao final, é apresentada uma alternativa de solução ao problema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-07-16

Como Citar

PELLISSARI, M. . Máximas, a ação e a relação com a antropologia na filosofia kantiana: o problema do âmbito. Kant e-Prints, [S. l.], p. 49-77, 2019. Disponível em: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/article/view/1323. Acesso em: 19 set. 2020.