A crítica de Hegel a Kant em Crença e saber: entre a subjetividade do conhecimento e a autêntica especulação filosófica

Autores

  • Luiz Fernando Barrére Martin Universidade Federal do ABC

Resumo

Para que se compreenda a crítica de Hegel a Kant em Crença e saber, artigo publicado pelo filósofo no Jornal Crítico de Filosofia, editado em conjunto com Schelling, retomaremos inicialmente no escrito sobre a Diferença o primeiro esboço da exposição hegeliana daquilo que pare ele constitui a tarefa filosófica, de modo que ela dê conta das cisões originadas pela cultura filosófica moderna. O ponto de vista filosófico de Hegel no artigo está apoiado nesse texto. A seguir, reconstituiremos o contexto da criação do Jornal Crítico, as diretrizes a serem atendidas pela crítica filosófica e expostas no artigo introdutório do Jornal, para só então abordar os traços gerais da crítica às filosofias da reflexão e, por fim, a crítica de Hegel a Kant. Com respeito a esta, procura o filósofo tanto apontar aquilo que há de limitado no projeto filosófico crítico, quanto aquilo que pode ser considerado um prenúncio da autêntica especulação filosófica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-04-20

Como Citar

FERNANDO BARRÉRE MARTIN, L. A crítica de Hegel a Kant em Crença e saber: entre a subjetividade do conhecimento e a autêntica especulação filosófica. Kant e-Prints, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 51–74, 2021. Disponível em: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/article/view/1476. Acesso em: 19 ago. 2022.