Kant e Rousseau: na encruzilhada da antropologia filosófica de Cassirer

Autores

  • Leonardo Rennó Ribeiro Santos Universidade Estadual de Campinas – Campinas, Brasil

Resumo

A interpretação de Cassirer da dívida intelectual de Kant para com Rousseau é conhecida e estabeleceu um marco real na crítica especializada de ambos os filósofos. No entanto, o exame desta dívida no interior do projeto cassireriano de constituição de uma Antropologia filosófica não foi ainda realizado, devido à rejeição de Cassirer das notáveis antropologias de Kant e Rousseau, que resultou na omissão deste tópico em An Essay on Man. Os manuscritos de Cassirer que testemunham a preparação dessa obra (Vorlesung Göteborg, Vorlesung New Haven e o esboço original de An Essay on Man) nos ajudam a formar uma outra imagem, que posiciona Rousseau e Kant no centro do álbum de família da Antropologia filosófica. A compreensão da negligência de Cassirer a respeito dos projetos antropológicos de Kant e de Rousseau, bem como das causas possíveis da ausência deles na foto oficial constituem o objetivo do presente artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-10-13

Como Citar

RENNÓ RIBEIRO SANTOS, . L. . Kant e Rousseau: na encruzilhada da antropologia filosófica de Cassirer. Kant e-Prints, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 85–115, 2021. Disponível em: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/article/view/1558. Acesso em: 27 nov. 2021.