Correspondência entre René Descartes e Elisabeth da Bohemia

Autores

  • René Descartes França
  • Elisabeth da Bohemia Alemanha
  • Eneias Forlin Universidade Estadual de Campinas – Campinas, Brasil
  • Luiz Nitsche Universidade Estadual de Campinas – Campinas, Brasil

Resumo

Desde o ano de 1643, Descartes (1596-1650) e a princesa Elizabeth (1618-1680) já trocavam cartas a respeito da geometria, da metafísica e até da física cartesiana. Todavia, no ano de 1645, por conta de um grave estado melancólico da princesa, houve uma intensa correspondência entre ambos. À princípio, o debate se mantinha em torno das condições especificas da princesa. O tema central girava em torno de questões fisiológicas e morais (ou psicofisiológicas). À medida, porém, em que a troca de correspondência se intensificava, o debate ia tornando-se cada vez mais teórico, passando pela discussão da Vida Beata, de Sêneca, até forçar Descartes a apresentar os primeiros esboços de sua própria concepção moral. Dessa troca de correspondência, escolhemos duas cartas de setembro de 1645: uma do filósofo a Elizabeth (carta CDIII) e outra da princesa a Descartes carta (CDVI).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-06-25

Como Citar

DESCARTES, R.; BOHEMIA, E. da; FORLIN, E.; NITSCHE, L. Correspondência entre René Descartes e Elisabeth da Bohemia. Kant e-Prints, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 151–157, 2022. Disponível em: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/article/view/1605. Acesso em: 15 ago. 2022.