Estudo da natureza do homem em Kant a partir do caso do estrangeiro e o conceito de hospitalidade

Autores

  • Claudia Belfort Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Palavras-chave:

estrangeiro, Kant, cosmopolitismo, hospitalidade

Resumo

Este artigo tem como tema o estudo da natureza do homem em Kant a partir do caso do estrangeiro e o conceito de hospitalidade. O direito cosmopolítico está fundado no direito à hospitalidade, mas este tem assimetrias e limites, o que contraria um tratamento igualitário previsto por Kant no âmbito da lei jurídica e da lei moral. O cosmopolitismo dá aos povos de nações ou de repúblicas distintas o mesmo direito de propriedade comum sobre a superfície da terra. O estrangeiro tem o direito de receber um tratamento hospitaleiro sem que para isso lhe seja imputado um dever ou que haja um direito de hóspede que baseie essa exigência. Por outro lado, aquele a quem é solicitada acolhida pode recusar o estrangeiro, e tem como única limitação a essa recusa o fato de ela vir a ser causa da morte do solicitante, diz Kant no Terceiro Artigo de À Paz Perpétua....

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-01-01

Como Citar

BELFORT, C. Estudo da natureza do homem em Kant a partir do caso do estrangeiro e o conceito de hospitalidade. Kant e-Prints, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 127–142, 2008. Disponível em: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/article/view/348. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos