Foucault, Kant e a crítica política

Autores

  • José Luís Câmara Leme Universidade Nova de Lisboa

Palavras-chave:

Foucault, Kant, Crítica, Governo, Revolução Política, Moralidade crítica

Resumo

Afinal, Michel Foucault era um filósofo de direita? Por muito despropositada que esta questão possa parecer, esta suspeita que começou por ser sussurrada é actualmente formulada em voz alta. Haverá na filosofia de M. Foucault dados que justifiquem essa conjectura? A hipótese que proponho é analisar a inflexão política de M. Foucault da extrema-esquerda para a esquerda moderada a partir do seu retorno a Kant. O meu argumento apresenta três razões principais: o abandono da ideia de revolução, a forma de definir a crítica como parceira do governo e a moralidade crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-01-01

Como Citar

LUÍS CÂMARA LEME, J. Foucault, Kant e a crítica política. Kant e-Prints, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 100–119, 2012. Disponível em: https://www.cle.unicamp.br/eprints/index.php/kant-e-prints/article/view/422. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos