Política e Diretrizes para Pareceristas

O(A) parecerista deverá indicar:

  • Um conceito geral do manuscrito (A+, A, B+, B, C ou D)*:
  • Uma declaração geral do parecer:
    • Recomendo a aceitação integral (sem ressalvas ou necessidade de revisão).
    • Recomendo a aceitação condicionada a uma pequena revisão.
    • Recomendo a aceitação condicionada a uma ampla revisão.
    • Recomendo a rejeição.

Sugere-se que o parecer não ultrapasse o limite razoável de páginas (3 páginas).

Observações, críticas e sugestões para os(as) autores(as) dos manuscritos são fortemente encorajadas.

Erros, pontos obscuros, limitações ou fraquezas do manuscrito devem ser apontados com o devido cuidado e polidez.

O parecer deve ser objetivo e construtivo, fornecendo razões e argumentos que possam ajudar o(a) autor(a) a aperfeiçoar seu manuscrito.

A recomendação da aceitação ou rejeição do manuscrito deve ser embasada em critérios objetivos e razões sobre as quais a Equipe Editorial possa basear sua decisão**.

Pareceristas podem orientar-se de acordo com as seguintes questões:

  • O manuscrito se enquadra ao Foco e Escopo da revista? O manuscrito segue as normas formais descritas em Diretrizes para Autores?
  • O manuscrito é original e inédito (uma contribuição com problematização e discussões inéditas)? Trata-se de uma contribuição significante para a literatura científica e para pesquisas acerca da filosofia kantiana (de relevância para os debates no campo em que está inserido)?
  • O Título, o Resumo e as Palavras-chave do manuscrito são objetivos e fidedignos à proposta apresentada?
  • O manuscrito especifica claramente seu problema e seu(s) objetivo(s)? O manuscrito expõe e propõe soluções para seu problema e realiza coerentemente seu(s) objetivo(s)?
  • O manuscrito é coeso e coerente no todo – sem contradições ou discrepâncias entre as partes? O manuscrito é objetivo – não procede com opiniões, afirmações genéricas ou “clichês filosóficos”?
  • Os conceitos são apresentados de forma clara e precisa? O manuscrito utiliza uma linguagem clara, objetiva, simples e acessível? As afirmações são acompanhadas de demonstrações e provas?
  • O manuscrito possui erros gramaticais que prejudicam a compreensão da proposta? O manuscrito está de acordo com a norma culta da língua em que foi escrito?
  • Há correspondência entre as citações, o tema e os objetivos propostos? As citações ratificam, validam ou exemplificam de forma coerente a argumentação proposta? Há uso adequado das citações – sem abuso retórico?
  • O manuscrito se apoia/cita bibliografia clássica e/ou de relevância para o desenvolvimento do tema? O manuscrito dialoga ou se posiciona criticamente perante bibliografia significativa (clássica ou atual) sobre o tema?
  • As citações das obras de Kant (Sigla da obra + Volume + numeração da página da academia) e de outros(as) autores(as) (autor-data-página) são feitas com precisão – evitando-se menções genéricas?
  • As Considerações finais ou Conclusão são compatíveis com o tema e os objetivos propostos? Elas encerram de forma coerente o estudo realizado? 

Qualquer detalhe que permita a indicação da autoria do manuscrito, acarretando a perda do anonimato, com consequente prejuízo da imparcialidade e qualidade do parecer, deverá ser informado(a) pelo(a) parecerista.    

Pesquisadores(as) que colaboraram com um parecer para a Kant e-Prints terão seus nomes divulgados anualmente, sob o título: “Colaboradores do volume”, sem qualquer informação que permita a identificação do número para o qual colaboraram ou do manuscrito para o qual emitiram o parecer***.

---------------------------------

* O conceito deve ser atribuído de acordo com seguinte parâmetro:

               A+         Deve ser atribuído apenas a um manuscrito de elevado impacto para a literatura científica e relevância para as pesquisas atuais sobre a filosofia kantiana, com problematização e apresentação lógico-conceitual-argumentativa de inquestionável originalidade e ineditismo, além de uma avaliação positiva segundo os critérios determinados acima. 

               D            Deve ser atribuído apenas a um manuscrito de pouca relevância para a literatura científica sobre Kant, sem problematização e sem objetivos claros e específicos, além de uma avaliação negativa segundo os critérios determinados acima.

** Todas as observações, críticas e sugestões dos(as) pareceristas serão enviadas aos(às) autores(as), exceto aquelas que sejam consideradas inapropriadas (linguagem coloquial ou ofensiva), as quais a Equipe Editorial reserva-se o direito de omitir ou reescrever em uma linguagem apropriada.

*** Dessa forma a) preserva-se o anonimato, essencial à avaliação por pares cega, b) concede-se o devido crédito àquele(a) que realiza o parecer, fundamental a um periódico científico, c) ao mesmo tempo em que se mantém a transparência do processo de avaliação e daqueles(as) que o compuseram.