Serendipidade: origem, definição e tipologia

Versão para impressãoVersão para impressão
Palestrante: 
Dra. Mariana Vitti Rodrigues
Prof. Dr. Ettore Bresciani Filho
Data: 
sexta-feira, Janeiro 29, 2021 - 10:00

Com o desenvolvimento de técnicas de mineração, análise e processamento de massivas bases de dados estruturados ou semiestruturados em base de dados integradas, a possibilidade de descobrir padrões relevantes, inesperados e surpreendentes ganha especial atenção. Nesse contexto, a noção de serendipidade, entendida como descobertas realizadas por acidente e sagacidade, tem chamado a atenção de cientistas da computação, cientistas da informação, e de filósofos da ciência. Com o objetivo de melhor compreender o escopo e limites da noção de serendipidade no contexto da automação da prática científica, apresentamos, no presente trabalho, os conceitos básicos sobre serendipidade, sua origem, e a tipologia assim como os mecanismos de ocorrência de serendipidade apresentado por Yaqub (2018). Para auxiliar a compreensão do conceito de serendipidade bem como refletir sobre a relevância da tipologia apresentada para os estudos de descoberta científica, exemplos ilustrativos de descoberta por serendipidade serão apresentados com base no texto de Robert (1989). Por fim, indicamos os próximos passos da pesquisa a ser desenvolvida sobre a relação entre os conceitos de serendipidade, automação e auto-organização no contexto das ciências direcionadas por dados.

Como de costume, nos encontraremos na sala abaixo: